Login Usuário Não Logado
Web Content Viewer
Web Content Viewer
Web Content Viewer

Notícias

16/05/2018

Poupatempo Ribeirão Preto passa a atender Microempreendedores

Os microempreendedores de Ribeirão Preto podem contar agora com um novo posto de atendimento. Localizado no Poupatempo, no Novo Shopping, o espaço oferece suporte e orientação para instalação de pequena empresa ou regularização da situação de microempreendedores.

A equipe vai orientar os contribuintes quanto à abertura, alteração e encerramento de empresas. O espaço também contará com emissão de certificado internacional de vacinação.

Os interessados em abrir uma microempresa poderão se dirigir ao Poupatempo munidos de RG, CPF, comprovante de endereço ponto fixo, ou residência, cópia da frente do carnê do IPTU, título de eleitor, declaração do imposto de renda se for declarante, e-mail e número do celular.

Pode se tornar um MEI o microempresário que possuir faturamento anual limitado a R$ 81 mil, não possuir sociedade, administrar ou ser titular em nenhuma outra empresa e contratar, no máximo, um empregado, além de exercer uma das atividades econômicas previstas no Anexo III, da Resolução do Comitê Gestor do Simples Nacional número 94/2011.

Em 2017, a prefeitura de Ribeirão Preto foi responsável pela abertura de 1.764 empresas microempreendedoras. Neste ano, de janeiro a maio, este número chegou a 1.044.

Banco do Povo

A unidade do Banco do Povo Paulista (BPP), administrada pela Secretaria de Emprego e Relações do Trabalho, em parceria com a prefeitura de Ribeirão Preto, também estará à disposição de quem busca crescimento de seu próprio negócio. Instalado no mesmo local onde funcionará o novo posto de atendimento do MEI, o Banco do Povo Paulista atua no segmento de microcrédito.

No local são oferecidas linhas de crédito de R$ 200,00 a R$ 5.000,00 para pessoas físicas, de R$ 200,00 a R$ 20.000 para pessoas jurídicas, além de R$ 200,00 a R$ 25.000,00 para associações e cooperativas produtivas ou de trabalho.

Em 2017, a unidade de Ribeirão Preto foi responsável pela movimentação de R$ 2.840.161,05 e a assinatura de 477 contratos. Nos últimos cinco meses, já foram contratados R$ 82.065,00 de crédito ao microempreendedor.

 

Ver mais notícias

Voltar